Aplicar cerâmica sobre madeira ou suportes mistos

Com o crescimento da reabilitação, a inclusão de sistemas de construção a seco, é cada vez mais frequente a aplicação de cerâmica sobre madeira, OSB, aglomerado de madeira, placas mistas ou até sintéticas.

Neste artigo apresentamos uma solução para a instalação de cerâmica e pedra natural sobre madeira.

 

Problema

A madeira tem particularidades únicas por se tratar de um material vivo, requerendo uma “respiração”, ou seja que os níveis de humidade sejam os mesmos do ambiente, logo não deverá ser completamente tamponada.

Por outro lado, é um material que tem um quociente de dilatação térmico linear totalmente distinto da cerâmica ou pedra natural, dilatando em circunstâncias distintas e nunca nas mesmas proporções, isto é, para o mesmo nível de temperatura e humidade ambiente, dilata de forma diferente que a cerâmica ou pedra natural.

O que acontece quando temos 2 materiais colados que dilatam de forma diferente? um deles parte….. e sabem qual é, não sabem?

Se a placa de madeira ou OSB estiver apoiada numa estrutura metálica ou sobre “barrotes”, as placas tem tendência a criar curvaturas causadas pelas dilatações e pelas cargas a que está sujeita, algo que a cerâmica ou pedra natural não têm a mínima capacidade de absorção.

O que acontece quando temos 2 materiais colados em que um pode encurvar e o outro não? pode fissurar na zona das emendas ou o seu descolamento….

 

 

Se optarmos por colar a cerâmica com uma argamassa cimentícia, a humidade da mesma pode causar a dilatação da madeira.
Por outro lado, optando por um adesivo sintectico ou de base epoxi, estes vão tamponar os poros da madeira impedindo que esta “respire” e aumentando os riscos de apodrecimento.

Como grande parte dos requisitos para a aplicação de cerâmica sobre madeira, são em zonas húmidas em que seja requerida a impermeabilização, o material a aplicar deverá ser estanque, mas ao mesmo tempo com capacidade de difusão da pressão de vapor.

Em países com tradições na construção a seco, usando tecnologias de LSF ou de madeira, são utilizados métodos e sistemas há mais de 25 anos que evitam todas estas patologias, tornando a aplicação da cerâmica ou pedra natural, algo eterno e garantido.

Solução

A solução passa por colocar uma material entre a madeira ou placas de aglomerado, com capacidade:

  • Difusão da pressão do vapor
  • Capacidade de desacoplamento (que absorva os movimentos do suporte tanto na horizontal como na vertical),
  • Estanque à humidade e à água,
  • Distribuição das cargas pontuais.

A solução passa pela aplicação da lâmina Schlüter Ditra 25.

 

Aplicação

A sequência de aplicação é a seguinte:

  1. Aplicação de primário de aderência sobre o suporte;
  2. Aplicação de cimento cola não modificado (C1);
  3. Aplicação da Lâmina Schlüter Ditra4. Vedação das Juntas com a banda Kerdi-Keba através da cola vedante Kerdi-Coll, assim como os remates perimetrais ou a elementos.
  4. Aplicação da cerâmica ou pedra natural, utilizando nos remates perimetrais perfis de juntas da gama Schluter Dilex RF ou EK.

 

Downloads

Ficha técnica lâmina Ditra 25
Manual de aplicação Ditra 25

Preços

A publicar em breve

Tem um projecto ou uma obra em que o possamos ajudar?

Contactos

Email: info@schluter.pt

Telefone: +351 234 720 020

 

Morada

Rua do Passadouro 31 3750-458 Fermentelos

Please leave this field empty.

Artigos relacionados