Fichas de rendimento

Tabela de preços de materiais de construção civil

As fichas de rendimento que apresentadas nestas páginas, são as nossas fichas de rendimento e apenas isso. Não são fichas oficiais nem pretendem ser fichas de referência. Usem-nas como entenderam, mas a sua utilização é da inteira responsabilidade de quem as utilizar.

Na actual situação em Portugal, as obras acima de 500.000€ são cada vez mais raras e quando aparecem, os preços estão tão canibalizados que quase provocam a falência de quem as fizer. Assim, estas fichas de rendimento foram elaboradas a pensar nas empresas que executam obras de pequena ou média dimensão.

Mão-de-obra

 Rendimentos

Os rendimentos da mão-de-obra, são, e serão sempre, o grande problema na elaboração das fichas de rendimentos, porque dependem (entre outros) de:

  • Dimensão da obra;
  • Qualidade das chefias;
  • Qualidade do projecto;
  • Dono de obra;
  • Fiscalização;
  • Condições atmosféricas;
  • Fornecedores;
  • Condições de acesso.

Basta um destes pontos correr mal (e se fosse só um) e os rendimentos alteram-se. Um obra não é executada numa fábrica com condições controladas. E na reabilitação, mal sabemos o que vamos encontrar. No fecho do orçamento, apenas a experiência dirá se os valores previstos, são suficientes ou não

Condições particulares

De forma a minimizar os riscos, no final de cada ficha, estão preços e rendimentos corrigidos para 4 condições particulares da obra (Más, medianas, boas e óptimas) que consideramos abranger a grande maioria das situações mais comuns. A técnica é a seguinte: Utilizam-se as fichas “normais” e no final aplicamos um factor de correcção geral de modo a afinarmos os rendimentos e corrigir os valores. Como? com um bom software de orçamentação: Candy / CCS , “What else”?

Cálculo do custo hora

O cálculo do custo hora não é somente o ordenado bruto a dividir pelo número de horas trabalhadas, mas têm de incluir, os impostos, os dias de férias, os seguros, os dias de inactividade, etc, etc. Isto torna o cálculo um pouco mais complicado, porque existem diversas metodologias para o fazer:

  • Tabela da Aecops
  • Pede-se ao Recursos humanos esses valores (o mais correcto)
  • Calculamos de acordo com a realidade de cada empresa

Os valores para o custo da mão-de-obra que aparecem neste site, são os resultantes da tabela abaixo. (As fichas que ainda não apresentarem estes valores, estão desactualizadas e serão republicadas nos próximos dias.)
Cálculo do custo hora da mão-de-obra 2014

Cálculo da Mão de obra – 2014
Horas por dia 8,00 Servente Oficial Oficial especializado
Valor hora base
Salário mensal 550,00 € 800,00 € 1 000,00 €
Salário anual 14 meses 7 700,00 € 11 200,00 € 14 000,00 €
Horas por ano (52 semanas * 5 dias) 260 dias 2 080,00 hr 2 080,00 hr 2 080,00 hr
Dias não trabalhados – Férias 22 dias 176,00 hr 176,00 hr 176,00 hr
Dias não trabalhados – Feriados 6 dias 48,00 hr 48,00 hr 48,00 hr
Dias não trabalhados – Formação 2 dias 16,00 hr 16,00 hr 16,00 hr
Dias não trabalhados – Pontes 1 dias 8,00 hr 8,00 hr 8,00 hr
Horas trabalhadas por ano 1 832,00 hr 1 832,00 hr 1 832,00 hr
Total 4,203 €/hr 6,114 €/hr 7,642 €/hr
Encargos Fixos
Segurança Social 23,75% 1 828,75 € 2 660,00 € 3 325,00 €
Seguros 2,50% 192,50 € 280,00 € 350,00 €
Subsídio alimentação diário 6,14 € 1 424,48 € 1 424,48 € 1 424,48 €
Total 3 445,73 hr 4 364,48 hr 5 099,48 hr
Encargos por hora 1,881 €/hr 2,382 €/hr 2,784 €/hr
Encargos Variáveis
Tolerância de Ponto 2 dias 0,037 €/hr 0,053 €/hr 0,067 €/hr
Inactividade mau tempo 4 dias 0,073 €/hr 0,107 €/hr 0,133 €/hr
Indemnização Despedimento 18 dias 0,330 €/hr 0,481 €/hr 0,601 €/hr
Segurança e Higiene 0,000 €/hr 0,000 €/hr 0,000 €/hr
Formação Profissional 0,000 €/hr 0,000 €/hr 0,000 €/hr
Total 0,440 €/hr 0,641 €/hr 0,801 €/hr
Valor hora com encargos 6,52 €/hr 9,14 €/hr 11,23 €/hr
Valor dia com encargos 52,16 €/dia 73,12 €/dia 89,84 €/dia
Percentagem de encargos 55,13% 49,50% 46,95%
Materiais

Nos materiais, por norma, usamos os preços de tabela (PVP), excepto nos casos em que as empresas trabalham com descontos acima dos 30% (telas asfálticas, tintas, por exemplo).

Devem ser confirmar os preços, já que as politicas de descontos dependem de múltiplos factores e na prática, cada um sabe de si. Além disso, não é possível manter actualizada ao dia, uma base de dados com 100.000 produtos.

Um conselho que damos sempre, é o de utilizarem preços de tabela com os descontos tipo para esses produtos e caso esse material tenha peso no orçamento, confirmar o seu valor. Poupa muito trabalho.

Equipamento

Equipamento

Na grande maioria dos casos, o equipamento e as ferramentas têm o mesmo rendimento da mão-de-obra, porque apesar de estarem em utilização ou não, estão lá e não os posso utilizar em mais lado nenhum. Desta forma, também podemos calcular as quantidades de equipamentos necessários em obra (ligando as fichas de rendimento ao planeamento).

Note-se que o preço hora do equipamento, já contempla uma percentagem de tempo parado e em utilização.

Organização

Estas fichas estão organizadas segundo o principio de quem faz, e não, pelo principio de onde se faz, pretendendo-se com isso, uma melhor base para as consultas e para o planeamento. No entanto, não pretendemos publicar fichas em todos os capítulos, porque nos faltam conhecimentos nalguns desses capítulos.

Politica de acesso

A politica de publicação de fichas será a seguinte:

  • As fichas de rendimento simples, que se aplicam aos trabalhos mais comuns, serão de consulta livre
  • As fichas de rendimento mais complexas ou com maior valor comercial (especialmente na reabilitação) apenas estarão disponíveis na área reservada.
  • As fichas de rendimento em Excel apenas estarão disponíveis na área reservada

Últimas fichas de rendimento publicadas

Ficha de rendimento – Massame de fundação com endurecedor grande resistência

“Fornecimento e execução de massame de fundação com endureceder de grande resistência e superficie afagada a helicóptero, constituído por:
1 – Camada brita nº3 com 15cm
2 – Lâminas drenagem Aguadrain
3 – Malhasol AQ50
4 – Betão C16/20 – 10cm
5 – Endurecedor de superficie de grande resistência Sikafloor 2-Syntop”

Ficha de rendimento – Massame de fundação com endurecedor

Fornecimento e execução de massame de fundação com endureceder e superficie afagada a helicóptero, constituído por:
1 – Camada brita nº3 com 15cm
2 – Lâminas drenagem Aguadrain
3 – Malhasol AQ50
4 – Betão C16/20 – 10cm
5 – Endurecedor de superficie Sikafloor 3 Quartztop

Página 1 de 6912345>>1020304050>>Última