Procedimentos de segurança – Escadas e escadotes

18/09/2012 | Biblioteca - Procedimentos segurança








Perigos mais frequentes

  • Queda de pessoas a nível diferente
  • Queda de pessoas ao mesmo nível
  • Queda de objectos por desabamento ou desmoronamento
  • Queda de objectos desprendidos
  • Queda de objectos em manipulação
  • Contactos eléctricos

Causas principais

  • Utilizar escadas ou escadotes defeituosos
  • Utilizar escadas ou escadotes de má qualidade
  • Utilizar inadequadamente as escadas ou escadotes (escadotes mal abertos, escadas mal estabilizadas, mal apoiadas, mal travadas ou colocadas em locais de circulação)
  • Subir ou descer escadas ou escadotes com as mãos ocupadas ou com o corpo em desequilíbrio
  • Utilizar escadas ou escadotes com condições atmosféricas adversas
  • Escadas ou escadotes utilizadas por vários trabalhadores em simultâneo
  • Não delimitar e sinalizar a área de trabalho em torno da base da escada ou escadote

Medidas de prevenção aconselhadas

  • O transporte manual de escadas ou escadotes por um só trabalhador deve ser efectuado:
    • Só se a escada ou escadote tiver peso inferior a30 kg
    • Ao ombro com a parte da frente acima da cintura
    • Sem a vascular nem mudar bruscamente a direcção
    • Com os escadotes fechados
  • O transporte manual de escadas ou escadotes por dois trabalhadores deve ser efectuado:
    • Com as escadas extensíveis recolhidas e amarradas
    • Com as cordas (das escadas extensíveis) sem arrastar pelo chão
    • Com os escadotes fechados
  • O transporte de escadas ou escadotes em veículos deve ser efectuado:
    • Com os pontos de contacto dos banzos protegidos com panos, esponjas…
    • Bem amarrados (de preferência nos dois topos)
    • Sem ultrapassar em extensão a cabina do veículo
  • As escadas não devem ser utilizadas como estrados em plataformas de trabalho, andaimes, passadiços ou como padiola para transportar materiais
  • Deve ser rigorosamente proibido o uso de escadotes como cavaletes para formar plataformas de trabalho
  • As escadas e escadotes de alumínio devem possuir certificado de conformidade
  • As escadas de mão e escadotes devem ser inspeccionadas no início do trabalho.
  • As escadas devem ultrapassar em um metro o ponto de apoio superior (± 5 degraus)
  • As escadas devem ser colocadas comum ângulo de inclinação de 60° a 75°, com o solo (regra: uma escada com quatro metros deve ficar, na base, um metro afastada da parede)
  • O apoio inferior da escada deve ser anti-derrapante ou, em alternativa, terá de ser eficazmente travado
  • Não deve apoiar escadas ou escadotes sobre caixas, bidões ou pranchas
  • O apoio superior da escada deve ser amarrado de modo a evitar o seu deslizamento lateral
  • Quando trabalhar sobre uma escada deve deixar, no mínimo, quatro degraus por cima do degrau em que colocar os pés;
  • Deve trabalhar de frente para a escada e segurando-se com uma mão. Se isto não for possível, ou se estiver a uma altura superior a2 m, deve usar arnês anti-quedas amarrado a um ponto que ofereça solidez suficiente (nunca prenda à escada)
  • A fivela do cinto do trabalhador posicionado sobre a escada nunca deve ultrapassar lateralmente os montantes da escada
  • Nunca deve permanecer mais de um trabalhador sobre uma escada ou escadote
  • Não se deve «montar a cavalo» no escadote (com as pernas abertas e um pé de cada lado)
  • Deve assegurar-se que as peças de travamento dos escadotes, têm resistência adequada, estão em bom estado, colocadas a meia altura e impedem o seu fecho intempestivo bem como a abertura para além do ângulo para que foram previstas
  • Os escadotes devem ser sempre utilizados em posição de abertura máxima
Procedimentos de segurança e gestão de obra

Procedimentos partilhados por:

InObra – Fiscalização e Gestão de Obras
Rua Vale da Vermelha nº 57 – Albergaria-a-Velha
Tel: 234 522 062 / 964 595 531