Procedimentos de segurança – Rebocos e estuques

20/07/2012 | Biblioteca - Procedimentos segurança








Perigos mais frequentes

  • Queda de pessoas a nível diferente
  • Queda de pessoas ao mesmo nível
  • Queda de objectos por desabamento ou desmoronamento
  • Queda de objectos desprendidos
  • Marcha sobre objectos
  • Choque contra objectos imóveis
  • Pancadas e cortes por objectos ou ferramentas
  • Projecção de fragmentos ou partículas
  • Entaladela ou esmagamento
  • Sobre-esforços ou posturas inadequadas
  • Exposição a substâncias tóxicas

Causas principais

  • Falta de acessos e plataformas de trabalho inadequadas
  • Desarrumação
  • Retirar protecções às máquinas
  • Trabalho desorganizado (retirada extemporânea de protecções colectivas…)
  • Iluminação inadequada
  • Utilização de andaimes ou bancadas improvisados ou indevidamente montados
  • Movimentação manual de cargas efectuada de forma indevida
  • Não utilizar os EPI(s) necessários, nomeadamente, contra quedas em altura
  • Trabalhadores sem formação e desconhecimento dos riscos

Medidas de prevenção aconselhadas

  • As bancadas de trabalho devem cobrir a totalidade do tecto, evitando espaços ou buracos entre tábuas
  • Deve ser rigorosamente proibido o uso, como cavaletes, de escadotes ou escadas de mão, caixas, bidões, etc…
  • As plataformas de trabalho com altura superior a dois metros devem possuir guarda-corpos e guarda-cabeças
  • Para alturas superiores a seis metros, devem ser usados andaimes fixos. Para estas alturas deve ser rigorosamente proibido o uso de plataformas de trabalho
  • Deve ser proibido o uso de plataformas de trabalho em varandas e varandins sem protecção contra quedas em altura
  • A execução de trabalhos nestes locais só deve ser iniciada após a montagem de redes de protecção
  • As zonas de trabalho devem ter uma iluminação mínima de 100 lux, medida a uma altura de dois metros do solo e que não provoque encandeamento
  • As réguas devem ser transportadas ao ombro e, a frente deverá estar a uma altura superior ao capacete de quem as transporta, de forma a evitar ferimentos na cara dos colegas
  • O transporte de sacos de cimento e areia deve ser efectuado com recurso ao carrinho de mão, de forma a evitar sobre-esforços
  • A zona de trabalhos deve ser delimitada e sinalizada e, o acesso condicionado, de forma a evitar acidentes devido a projecções
  • A deposição de sacos de cimento deve ser realizada junto aos pilares para evitar sobrecarregar as lajes em zonas de maior fragilidade e, fora dos locais de circulação
  • A superfície das plataformas de trabalho, bem como os caminhos de circulação, devem ser mantidos limpos e arrumados a fim de evitar quedas
Procedimentos de segurança e gestão de obra

Procedimentos partilhados por:

InObra – Fiscalização e Gestão de Obras
Rua Vale da Vermelha nº 57 – Albergaria-a-Velha
Tel: 234 522 062 / 964 595 531