Rendimentos de mão-de-obra em pinturas e envernizamentos – Paz Branco

08/05/2013 | Biblioteca - Rendimentos Paz branco









Rendimentos de mão-de-obra de pinturas e envernizamentos

(Horas / homem por m2)

Esta tabela faz parte do livro Rendimentos de Mão de Obra, Materiais e Equipamento em Edificação e Obras Públicas de J. Paz Branco, disponível em PDF nas Edições Gustave Eiffel

Operações Modo operatório Sobre betão ou reboco Estuque Metal Madeira
Em liso Em áspero Em liso Em áspero Em liso Em áspero
Decapagem de tintas Com raspador 0,50 0,50 0,50 0,60 0,60 1,00 1,00
Com decapantes 0,30 0,30 0,30 0,30 0,30 0,30 0,30
Barramento de regularização Tomar juntas, fendas e depressões 0,20 0,20 0,20 0,10 0,10 0,20 0,20
Barramento de superfícies lisas 0,30 0,30 0,30 0,30 0,30 0,30 0,20
Barramento de superfícies curvas 0,80 0,80 0,80 0,80 0,80 0,80
Passagem à lixa sobre massas e tintas A seco
(1 demão)
0,60 0,20 0,80 0,20 0,25 0,15
Com agua
(1 demão)
0,90 0,90
Aplicação de tintas e vernizes Vernizes
(1 demão)
0,45 0,40 0,40 0,40
Tintas de água
(1 demão)
0,20 0,20
Tintas de emulsão
(1 demão)
0,20 0,20 0,15 0,20 0,15
Tintas oleosas
(1 demão)
0,25 0,25 0,20 0,25 0,20 0,15
Esmaltes
(1 demão)
0,25 0,30 0,25 0,35 0,25 0,30 0,25
Tintas em pasta (texturadas) 0,15 0,15 0,15









Cursos

Consulte os cursos disponíveis na Escola Profissional Gustave Eiffel

Escola Profissional Gustave Eiffel