Rendimentos de mão-de-obra para entivação em valas e trincheiras – Paz Branco

30/05/2013 | Biblioteca - Rendimentos Paz branco









Tabela 1.3 – Entivação em valas e trincheiras

Rendimentos para Hxh/m3

Esta tabela faz parte do livro Rendimentos de Mão de Obra, Materiais e Equipamento em Edificação e Obras Públicas de J. Paz Branco, disponível em PDF nas Edições Gustave Eiffel

Corpo 1 Tipo do terreno Características da entivação Entivação dupla
Frente a Frente
Entivação singela
Escoras inclinadas
Altura da entivação Altura da entivação
até 1,60m até 2,60m até 3,50m até 5,00m até 1,60m até 2,60m até 3,50m até 5,00m
Terra pantanosa Contínua 1,19 1,43 1,64 1,04 1,57 2,35 3,53
Descontínua
Tem solta Contínua 1,08 1,17 1,27 1,39
Descontínua 0,65 0,7 0,76 0,84
Terra branda Contínua 0,85 0,93 1,02 1,12
Descontínua 0,65 0,7 0,76 0,84
Terra rija ou rocha fragmentada Descontínua 0,52 0,56 0,61 0,67

Corpo 2 Largura da vala
(m)
Factor
correctivo
Corpo 3 Largura
da trincheira (m)
Factor correctivo
Até 0,50 2,22 De 2,60 a 3,50 0,66
De 0,50 a 0,70 1,67 De 3,50 a 5,00 0,47
De 0,70 a 1,00 1,18 De 5,00 a 8,00 0,31
De 1,00 a 2,00 0,66 De 8,00 a 10,00 0,22
De 2,00 a 2,60 0,51

Nota: Os valores finais serão sempre o produto dos factores aplicáveis do Corpo 1 pelos factores dos Corpos 2 ou 3 da Tabela.

Tipo de entivação









Cursos

Consulte os cursos disponíveis na Escola Profissional Gustave Eiffel

Escola Profissional Gustave Eiffel