Controle de qualidade 08 – Lages Aligeiradas

19/11/2012 | Biblioteca - Controle de qualidade









N.ºOperaçãoComo executaO que controlaComo controlaQuem controlaQuando
(frequência)
QuantoCritérios de
Aceitação/Rejeição
8.1Marcação do “Pé direito”Marcação da cota de referência nos pilaresCota do pé direitoFita /mangueira de nível / nívelEncarregado ou chefe de equipa de estruturasDurante a operaçãoTotalidade± 1 cm na cota
8.2EscoramentoColocação de escoras conforme plano de escoramentoEspaçamentoFita métricaDurante a operaçãoDe acordo com o plano de escoramento± 5 cm de acordo com plano de escoramento aprovado pelo DO
Qualidade das escorasVisual——–
8.3Colocação das vigotas e abobadilhasColocação das vigotas e abobadilhas conforme projecto ou cálculos do fornecedorA distribuição pré definida das vigotas,Visual / Fita métricaTotalidade± 1 cm no espaçamento das vigotas
colocação das abobadilhas em toda a áreaCobertura integral do intervalo das vigotas
8.4Marcação dos negativosVer PQ -16 “Execução de negativos e roços”, operações 16.1 e 16.2
8.5Colocação da armadura de distribuição e dos tarugosColocação conforme projectoTipo de malha de distribuiçãoComparando com projectoEncarregado ou chefe de equipa de estruturasDurante a operaçãoTotalidadeMalha projectada
Diâmetro dos varõesFita métricaDiâmetro exigido no projecto
8.6Betonagem / VibraçãoAplicação do BetãoAltura do betãoPela altura da cofragemEncarregado ou chefe de equipa de estruturasDurante a operaçãoTotalidade± 1 cm
Com vibradorExecução da VibraçãoVisual———-
8.7DescoramentoRemoção das escoras, conforme caderno de encargos.Tempo de curaVisualDirector de obra / EncarregadoNo inicio da operaçãoQuadro XVIII, REBAP Descoramento: l ≤ 6 m → 14 dias l > 6 m → 21 dias