Critérios de medição de elevadores

01/01/2022Critérios de medição

36.1 – Regras gerais

  1. O ascensor com todas as suas partes e peças mede-se como uma unidade (un), referindo e transferindo para o projecto e caderno de encargos a sua especificação.
  2. As medições deste sub-capítulo, em regra, serão decompostas em função do tipo de ascensor, nomeadamente:
    1. caixa fechada;
    2. caixa aberta.
  3. Se de caixa fechada para além da caixa constituída por paredes, vãos de portas, casa de máquinas, etc., que são medidas nos capítulos correspondentes, terão que ser medidos apenas os trabalhos de acompanhamento da montagem e da fixação de guias, aparelhagem de controle e segurança e máquinas.
  4. Se de caixa aberta as operações a medir são as devidas à fixação da estrutura na base, aos aparelhos a instalar na cuba e ligações aos patamares dos pisos, como da escada de acesso à cabina das máquinas.
  5. A medição será efectuada tendo em consideração o projecto do ascensor e, os trabalhos a realizar
  6. resultarão da comparação da situação final com a que foi concretizada nas medições dos trabalhos de construção civil, nomeadamente:
    1. Assistência à montagem
    2. Trabalhos de remate interior e exterior das portas

Índice

Notas gerais

Estaleiro

Estrutura

Arquitectura

Arranjos exteriores

  • 27 - Pavimentos exteriores
  • 28 - Pavimentos betuminosos
  • 29 - Jardins
  • 30 - Mobiliário urbano
  • 31 - Vedações

Instalações especiais

Reabilitação

  • 37 - Reabilitação de alvenarias
  • 38 - Reabilitação de betão armado
  • 39 - Reabilitação de cantarias
  • 40 - Reabilitação de carpintarias
  • 41 - Reabilitação de serralharias
  • 42 - Reabilitação de estuques
  • 42 - Reabilitação de azulejos